O que são objetos no Python?

A resposta curta para esta pergunta é: tudo.
De fato, tudo é objeto para o Python, uma linguagem de programação concebida dentro da “filosofia” da orientação a objetos.
Tudo pode ter atributos e métodos.
Todas as funções têm um atributo __doc__ embutido — que retorna a docstring definida dentro do código fonte da função.
O módulo sys é um objeto que, entre outras coisas, tem um atributo chamado path (caminho).
Claro que, diferentes linguagens de programação podem dar significados (levemente) diferentes para o termo “objeto”.
Para algumas linguagens, todos os objetos precisam ter atributos e métodos. Para outras, o conceito implica em que todos os seus objetos são subclasses.
Já no Python, a definição é mais flexível — alguns objetos não possuem atributos ou métodos, mas podem tê-los.
Também, nem todos os objetos podem ser subclasses.

No sentido de que os conceitos podem ser aplicados a uma variável ou passado como argumento a uma função, no Python tudo é objeto.

As funções são objetos de primeira classe, bem como os módulos.
Você pode passar uma função como argumento para outra função, por exemplo.
As classes também são objetos de primeira classe, o que se estende às suas instâncias.
Para não restar dúvidas, strings também são objetos, bem como as listas etc.
Tudo é objeto no Python.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 49 outros assinantes

Deixe uma resposta